Conheça a história do PlayStation, o console que revolucionou a indústria

Postado por lojaexpresso 30/08/2020 0 Comentário(s) Gamer,Jogos,

A história do PlayStation, o console que revolucionou a indústria

 

A marca Playstation é umas mais importantess na história dos games. Ao longo de três consoles, muitos gamers aprenderam a amar a “caixa” feita pela Sony, e agora, quase 20 anos depois do primeiro modelo chegar às lojas, todos aguardam com ansiosidade o anúncio de sua quarta geração. Conheçca um pouco desta longa história de sucesso e alguns fracassos:

 

Playstation e PSone

 

 

Playstation (PSone)

 

No inicio da década de 90, a indústria de games crescia a uma velocidade nunca antes vista. Mesmo com a geração de 16 bits tendo sido lançada no biênio 1990/1991, no fim de 1993 as grandes potencias do mercado já discutiam quais os rumos seguir, e os jogos com gráficos 3D eram uma tendência natural. Foi neste momento que a Nintendo procurou a sua conterrânea Sony para iniciar o desenvolvimento de um novo console.

 

compre seu Playstation e acessórios na nossa loja

____________________________________________________________________________

 

Não demorou muito para que os ânimos e as ideias entrassem em conflito. A Sony apostava que o futuro da mídia física nos games seriam CDs com uma maior capacidade de armazenamento, além de serem mais fáceis de trabalhar. Já a Nintendo acreditava que ainda era muito cedo para abandonar os cartuchos. Neste momento, a parceria das empresas foi desfeita, e a Nintendo iniciou a produção do sucessor do SNES, o Nintendo 64. Quanto à Sony, com uma tecnologia em mãos sem um comprador em potencial, tomou a arriscada decisão de entrar na guerra dos consoles.

O Playstation, conhecido como PSX ou PSOne, chegou às lojas japonesas em dezembro de 1994, ainda concorrendo com os consoles da geração anterior. Foi apenas um ano depois, em setembro de 1995, que o produto finalmente chegou ao Ocidente. Os primeiros jogos não empolgaram muito, e tinham grandes dificuldades em adaptar todo o potencial do aparelho, mas isto não afetou suas vendas, que foram acima das expectativas da Sony.

 

 

Com seu principal concorrente, o N64, chegando às lojas apenas em 1996, o Playstation teve um bom tempo para conquistar os jogadores e, mesmo ainda sem saber, causou duas revoluções no mundo dos games: o memory card e o seu controle Dual Stick. Embora o memory card não fosse exatamente uma novidade nos games, foi a primeira vez em que ele foi visto como algo fundamental pelos jogadores, passando a ser vendido junto com o console na maioria dos países – algo que dificilmente aconteceu no Brasil.

 

Já o Dual Stick foi uma revolução silenciosa. Mantendo seu desenho nos dois sucessores do console, o controles lançado com o PSOne influenciou praticamente todos os criados desde então, seja o Gamecube da Nintendo, ambas as gerações do Xbox da Microsoft, e até mesmo portáteis como o Nintendo 3DS. Com seu formato ergonômico, duas alavancas e quatro botões no topo, é sem dúvida uma das grandes contribuições da Sony para toda a indústria de games.

 

Com jogos como Final Fantasy VII e Final Fantasy VIII, Metal Gear Solid e Tomb Raider, o Playstation foi o vencedor de um acirrada guerra de consoles contra o Nintendo 64, que tirou de uma vez por todas a Sega do ramo de hardwares. Em 2000 o console passou por uma reestilização, passando a ser chamado oficialmente de PSOne, mas os olhos do mercado já estavam voltados para o seu sucessor.

 

 

Playstation 2 (PS2)

 

Quando o Playstation 2 chegou às lojas, no fim de 2000, a promessa era de um grande avanço e uma revolução na forma como os jogadores se relacionavam com seus consoles. Além de rodar filmes em DVDs, se tornando o “centro” da sala, o console iria inaugurar a era on-line. Mas a verdade é que o PS2 acabou se destacando mesmo naquilo em que foi criado para fazer: rodar jogos. E fez isso como nenhum outro.

 

Com a chamada “geração 128 bits”, a Sony tinha como desafio manter a liderança que alcançou com o PSOne, e para isso investiu em uma série de jogos exclusivos, como as séries Final Fantasy, Tomb Raider e Gran Turismo, além de nomes fortes como GTA, Winning Eleven (atual Pro Evolution Soccer) e a série esportiva da EA. A verdade é que logo nos primeiros anos, a liderança da Sony no mercado já estava consolidada. Com o Xbox da Microsoft tendo dificuldade em atrair jogos exclusivos e com o Gamecube se mostrando um claro erro cálculo da Nintendo (para ser gentil), a principal concorrência do PS2 eram os próprios PCs.

 

PlayStation 2 e PlayStation 2 Slim

 

No Brasil, o console também foi de longe o mais popular e, para isso, contou uma ajuda inesperada: a pirataria. O Playstation 2 foi a era de ouro para o comércio de jogos piratas no país. Em cidades como São Paulo, era possível encontrar bancas vendendo jogos à 5 ou 10 reais em cada esquina. Foi esta mesma facilidade que fez com que o console se tornasse um grande sucesso em outros mercados emergentes, como México, Índia e China. Mas creditar todo o sucesso do console à facilidade para desbloquear seu sistema seria uma injustiça.

 

Considerado pelas produtoras como extremamente fácil para se trabalhar, a biblioteca de jogos do PS2 é até hoje a maior que um console já teve na história dos games. Prova disso foi seu tempo de vida. A morte do Playstation 2, com o anúncio do cancelamento de sua produção em todo mundo, só ocorreu no último dia 7 de janeiro, quase 13 após seu lançamento. E não pense que eram apenas jogadores nostálgicos que compravam o console.

 

Durante boa parte dos últimos três anos, o PS2 vendeu mais no Japão que o Xbox 360, e até hoje jogos continuam sendo lançados para ele (PES 2013 foi oficialmente o último jogo da série lançado para o sistema). Com mais de 150 milhões de unidades vendidas, o PS2 está no Guiness Book (Livro dos Recordes) como o console mais vendido de todos os tempos.

 

 

Playstation 3 (PS3)

 

Próxima do seu fim, já é possível dizer que a mais longa geração de consoles foi também a mais acirrada. Iniciada em 2006, com o lançamento do Nintendo Wii, ela acabou tendo como protagonista a disputa entre o Xbox 360 e o Playstation 3, que chegava com a difícil missão de continuar o sucesso de seu antecessor.

 

Lançado oficialmente no fim de 2006, o PS3 trazia pela primeira vez uma plataforma on-line completa e gratuita, a PlayStation Network (PSN) e foi um dos principais responsáveis pela adoção do Blu-Ray como o sucessor do DVD. O discurso da Sony em seu lançamento, de que ele seria o centro do entretenimento na casa do consumidor - embora lembrasse o mesmo que foi feito para o PS2, fez mais sentido. Entre aplicativos e funcionalidades, o Playstation 3 poderia realizar quase qualquer função que um aparelho multimídia precisaria em meados dos anos 2000, o que também influenciou seu preço. Custando mais de U$ 400 em seu lançamento, era o console mais caro da geração.

PlayStation 3, PlayStation 3 Slim e PlayStation 3 "Super Slim"

 

Em seguida veio o console que muitos de vocês provavelmente ainda estão apaixonados, o PS3. Simplificando, as várias atualizações que o lançamento do PS3 trouxe com ele são nada menos do que fantásticos. O PS3 (assim como outros consoles contemporâneos da época) ajudou a consolidar firmemente a ideia de jogos online acessíveis em ambientes 3D totalmente realizados. Além disso, foi durante a era do PS3 que vimos coisas como serviços online surgindo que eram capazes de fornecer mídia de streaming, efetivamente transformando nossos consoles em dispositivos de entretenimento doméstico. O conceito de comunidade também se tornou uma espécie de faceta importante com o nascimento do PSN, que também serve como banco de dados para jogos e conteúdos mais antigos.

 

Mais uma vez, no entanto, tudo resume os jogos que estão disponíveis na biblioteca de um console, não é? Ostentando talvez uma das listas de títulos mais interessantes e emocionantes para qualquer console, o PS3 nos trouxe alguns dos melhores jogos disponíveis, ponto final. Além disso, a melhor parte é que ainda estamos vendo títulos sendo desenvolvidos e lançados para o PS3, mesmo que um novo console esteja pronto para entrar em cena muito em breve. Por exemplo, recentemente, GTA V foi lançado e de acordo com os críticos, é talvez um dos melhores jogos disponíveis para o PS3. Além disso, muitos desenvolvedores de jogos afirmaram claramente que planejam criar versões compatíveis com PS3 de muitos de seus próximos títulos emblemáticos, alguns dos quais estão programados para cair ao mesmo tempo que o PS4.

 

O preço e a demora em seu lançamento fizeram com que o novo sistema da Sony tivesse um inicio de vida difícil nos EUA, ficando atrás do Wii e do Xbox360. Já no Japão o aparelho era o segundo em vendas, perdendo para a Nintendo. Contudo a partir de 2007, com o lançamento de jogos como Killzone 2, Uncharted e Metal Gear Solid 4, as vendas se tornaram mais solidas e espantaram o medo de que ele pudesse ser um fracasso.

 

Além de sua rede online, a principal aposta da empresa japonesa para o PS3 foram os jogos exclusivos, que fariam a grande diferença na guerra contra o Xbox 360. Vieram então God of War 3, as sequências das séries Killzone e Uncharted, jogos da franquia Final Fantasy e surpresas como Heavy Rain e a série Infamous, contribuindo para que após uma longa disputa, o console conquistasse a liderança mundial em unidades vendidas no fim de 2012 - embora ainda perca para o concorrente da Microsoft nos EUA.

 

Mas nem tudo deu certo para o PS3. Os jogadores conviveram com diversos atrasos de jogos, como de Gran Turismo 5 e do já lendário The Last Guardian. A Sony também enfrentou problemas para ramo de controles por movimento. A revolução iniciada pelo Wii atingiu um novo nível com o Kinect da Microsoft, criando um ambiente difícil para o PS Move pudesse causar algum impacto no mercado.

 

Mas mesmo com o anúncio eminente do Playstation 4, a tendência é que o atual console ainda tenha um bom tempo de vida útil. Ainda se esperam grandes games para ele, desde certezas como Last of Us, Tomb Raider e GTA V, até especulações como um novo Batman Arkham, Watch Dogs e Metal Gear Solid 5. A própria Sony já afirmou que espera que a vida útil do seu console se estenda por pelo menos mais dois anos.

 

Playstation 4 (PS4) 

 

Playstation 4, Playstation 4 Pro e Playstation 4 Slim      

Já sabemos que ele vai ser extremamente poderoso e capaz de fazer coisas com gráficos que costumavam ser reservados para PC's mais high-end, mas o PS4 também é um console que busca fornecer aos jogadores uma verdadeira experiência all-in-one. Se a série de títulos de lançamento indo em nossa direção são alguma indicação, o desenvolvimento do PS4 ao longo dos próximos dois anos será espetacular. Estamos falando de jogos que apresentam mapas muito maiores, interações mais personalizadas, bem como gráficos de resolução 4K mais incríveis. Qual o pacote de consoles PS4 de lançamento você vai comprar? Além disso, o PS4 vai oferecer suporte direto para vários dispositivos, que novamente, muitos pensam que revolucionará os jogos e permitirá que os desenvolvedores criem títulos capazes de criar uma sensação de realidade expandida.

 

Independentemente de como você se sente sobre o PS4, você tem que admitir que é uma parte crucial desta 8ª geração de consoles e parece estar empurrando o mundo dos jogos para novos e maiores patamares. A partir do momento desta escrita há uma série de títulos na mesa que estão na prancheta de desenho ou em desenvolvimento, o que provavelmente empurrará os jogos muito mais longe do que a maioria é capaz de conceber neste momento. É um ótimo momento para ser um jogador. Se você ainda está pensando em receber o PlayStation 4, ou simplesmente quer saber mais detalhes sobre os vários jogos e acessórios disponíveis, acesse nossa categoria de gamers Aqui

Deixe um comentário

O produto está esgotado. Digite seu email abaixo e nós iremos notificá-lo assim que o produto estiver disponível.